Juntas do motor: o que fazer quando queimada?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

A junta do motor garante que os circuitos de água e refrigeração do motor funcionem corretamente. A peça faz a ligação do cabeçote do motor com o bloco, protegendo as demais peças e evitando o desgaste.

Quando ocorre a queima das juntas do motor, geralmente compromete o comando de válvula, as velas de ignição e iniciam as falhas no motor. Por isso, é uma peça muito importante e que o motorista precisa ficar de olho.

Confira neste artigo mais sobre o tema e o que fazer quando as juntas do motor queimam.

Sintomas quando as juntas do motor queimam

Quando os primeiros problemas do carro começam a aparecer, é preciso ficar atento e levar imediatamente em uma oficina para evitar danos maiores. No caso das juntas do motor, quando elas queimam ocorre um superaquecimento, sendo esse um dos primeiros sintomas.

Além disso, o carro começa a produzir uma fumaça excessiva no fluido de arrefecimento, além das falhas no próprio motor e no comando de válvula. A água do radiador também diminui quando a junta do motor está queimada. Enfim, como você pode observar, muitos problemas começam a aparecer, podendo prejudicar outras peças essenciais do seu automóvel.

Neste momento, contar com uma autopeças online e uma mecânica de confiança ajuda a evitar maiores danos.

O que fazer?

Se notar esses sintomas, o primeiro passo é detectar utilizando um testador de vazamento. É um aparelho que detecta vazamentos no motor. Esse é o primeiro procedimento que o mecânico deverá fazer para confirmar o problema e, em seguida, o mesmo poderá solicitar a uma autopeças online novas peças, como cabeçote do motor, comando de válvula, e o que mais for necessário, e a troca da junta.

O mecânico irá fazer todo um passo a passo para realizar a troca da junta queimada, limpando toda a superfície, demais peças e retirando as impurezas do motor.



Comentários no Facebook